quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ ANO DE 2009


Que este ano que entra seja generoso de alegria, paz e ajuda aos mais necessitados e aos mais pobre. Deus proteja aos inocentes e aos necessitados e ajude no ideal de um mundo mais justo e mais humano.. valorizando mais aquilo que temos de mais belo na vida. Arte, Música, Saúde, Família e Solidariedade para com os mais fracos e sofridos....

SEJAM FELIZES E DEUS ABENÇOE A TODOS!!!!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Final de Ano

Estamos finalizando mais um ano.... ANO DE 2008....
E o que podemos tirar disso? O que aprendemos com este ano tão dificil.. onde crianças foram assassinadas por seus próprios cuidadores.... jovens sendo sequestradas e mortas via satelite e agora ao final.. esse massacre na palestina...

Palestina.. terra de JESUS... berço do filho de DEUS e da pessoa mais generosa e genial que passou pela TERRA em todos os tempos.....

Que DEUS ilumine o caminho da luz que chega a paz... que conforte aos sobreviventes dessa tragédia humana provocada por humanos...

E em nome de que? DE uma terra prometida? De uma guerra que não tem nem ínicio nem fim, mas entre irmãos e primos que ao invés de se odiarem poderia ter mais compaixão e bondade em seus corações....


"O Senhor da Guerra não gosta de crianças"
E são elas que mais sofrem quando deveriam estar sendo acolhidas e cuidadas por esse mundo adulto maluco e cruel....

Nada justifica essa dor...e esse sofrimento....NADA.

QUE 2009 seja um período de reflexão sobre os reais valores de estar simplesmente vivo e saudável...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

ANIVERSÁRIO da MINHA AVÓ

Ontem foi aniversário da minha avó, que nasceu em Portugal, tras os montes em 03 de dezembro de 1904. Arminda, filha de camponeses que com 17 anos veio para o Brasil e aqui viveu desde então. Ela se foi em 6 de abril de 1996 e era uma pessoa de personalidade forte e inteligencia acima da média.
Lembro-me dela me contando histórias quando era criança. Eu era bem levada, e ela gostava de me contar a história de Jesus Cristo e histórias sobre o meu avô, que não conheci e de uma vida que se antecedeu ao meu nascimento. Acho que por influência daquela época é que hoje me tornei contadora de histórias e uma apaixonada por essa arte tão bonita.


Até o início do século XX ainda era de acesso a poucos o mundo da leitura impressa. Como exemplo dessa realidade segue a história da minha avó. Nascida em Portugal no ano de 1903 numa região agrícola, de montanhas e de difícil acesso onde o estudo não era comum junto a população em geral. As mulheres, cuja educação se destinava exclusivamente para os trabalhos do lar e para ser esposa e mãe, eram proibidas pelos pais de estudar ou aprender a ler. Ela então fugia de casa para ter acesso ao mundo da leitura e do estudo que lhe era privado pelo pai e desaconselhado pela cultura dominante da região. O fruto dessa história é que a minha avó foi à única das suas irmãs de uma família numerosa que aprendeu a ler, a escrever e a fazer contas. E no entanto, minha avó era uma grande contadora de histórias. Com a intenção de me acalentar e de me deixar quieta, ela contava histórias para mim: da vinda dela de Portugal; da vida dela com meu avô; que nunca conheci e também de histórias bíblicas da vida do menino Jesus sobre a terra.No Brasil há uma legião de analfabetos segundo os dados do IBGE no cenário urbano que é de cerca de 16 milhões e meio ainda hoje. Além desses, existe um número impreciso de analfabetos funcionais que são pessoas que “aprendem a ler” mas que não entendem o que lêem e por isso possuem uma relação quase que burocrática com a leitura. Normalmente são pessoas que vêem na leitura algo pesado, chato e cansativo

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

A moça maçã

Eu sou a moça que vivia encantada em uma maçã. Minha mãe que era uma linda rainha, tinha muita dificuldade de engravidar. Porém, certa vez, passando por uma macieira, olhou para ela..e não sei como eu nasci. Era uma moça encantada dentro de uma maçã enfeitiçada.

Durante anos vivia muito feliz, com minha rotina. O que mais gosto de fazer na vida.. é tomar banho e pentear meus cabelos.... Eles são castanhos e bem longos e sedosos. Posso ficar horas com um pente a desembaraçar meus cabelos.... Gosto também de me ver sempre limpa e cheirosa....

Num desses dias em que estava tomando banho.... um jovem rei que mora bem próximo ao meu palácio, me viu... e se apaixonou por mim... Insistiu tanto que minha mãe, deixou que eu fosse morar com ele..

Durante anos.. vivemos momentos de enamoramento, apesar de por estar encantada, não ser possível que eu falasse. Nossos olhares diziam muito e isso era o suficiente para deixar a minha maçã ainda mais brilhante e bonita.

Mas... como a curiosidade por matar uma pessoa. Certa vez, quando este rei teve de partir para resolver uma situação de guerra, recomendou ao seu criado mais fiel que cuida-se de mim. Ele era um homem muito bondoso..e todos os dias trazia uma bacia de água para que me banhasse e o pente. Um dia porém, quando eu estava tranquilamente descansando no centro da minha maçã. Senti cortes bem profundos na maça e em mim... me tive quase morta... o quando onde vivia ficou alagado de sangue e eu cheguei a desfalecer...

Porém, como esse criado era realmente uma pessoa muito especial, ele quando me viu assim.. foi muito rápito e retornou com uma poção mágica que resolveu meu problema. E é por isso, que hoje, estou aqui, falando para vocês e contando a minha incrível história. Quanto ao rei, nós estamos casados e tivemos 3 filhos lindos.. todos branquinhos e vermelhos como a minha maçã.




terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Samba em prelúdio
(Baden Powell e Vinícius de Moraes)
Eu sem você não tenho porquê
Porque sem você não sei nem chorar
Sou chama sem luz, jardim sem luar
Luar sem amor, amor sem se dar


Em sem você sou só desamor
Um barco sem mar, um campo sem flor
Tristeza que vai, tristeza que vem
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém
Ah, que saudade
Que vontade de ver renascer nossa vida
Volta, querida
Os meus braços precisam dos teus
Teus braços precisam dos meus
Estou tão sozinho
Tenho os olhos cansados de olhar para o além
Vem ver a vida
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém
Sem você, meu amor, eu não sou ninguém.
Esta música me toca especialmente o coração....

sábado, 29 de novembro de 2008

A Moça-maçã - Italo Calvino

Era uma vez um rei e uma rainha, desesperados por que não tinham filhos.... e a rainha dizia: "Por que não posso fazer filhos... assim como as macieiras fazem as maçãs?" Aconteceu então, que a rainha, ao invés de conceber um filho.... concebeu um maçã. Era uma maçã linda e colorida, e o rei a colocou numa bandeja de outro em seu terraço.
De fronte a este rei, morava outro. E este outro rei estava um dia, debruçado na janela, quando viu.. uma linda moça.... branca e vermelha como uma maçã, que se lavava e se penteava ao sol. Ele ficou olhando de boca aberta, pois jamais vira uma moça tão linda.... mas a moça, assim que percebeu que ele observava, correu para a bandeja, entrou na maçã e desapareceu. O rei, se apaixonara por ela.
Pensa e repensar e vai bater no palácio da frente e pede a rainha. "Majestade, gostaria de lhe pedir um favor....." "De bom grado majestade, entre vizinhos se pode ser útil." "Gostaria de ganhar, aquela linda maçã que tens no terraço." "O que pretende majestade, por acaso o senhor não sabe, que sou a mãe daquela maçã e que ansiei muito por tê-la." Mas o rei, tanto fez e tanto insistiu, que para manter a amizade entre os vizinhos, não puderam lhe dizer Não.
Assim, ele levou a maçã para o seu quarto. Preparava tudo para que ela se lavasse e se penteasse. E a moça, saia todas as manhã. Se lavava, se penteava e ele observava.
A moça não fazia mais nada... Não comia, não falava... apenas se lavava e se penteava e depois voltava para sua maçã.
Aquele rei, morava com uma madrasta. A qual ao vê-lo sempre trancado no quarto, começou a suspeitar."Pagaria para saber, por que meu filho está sempre escondido." Chegou uma convocação de guerra e o rei teve de partir. Doía-lhe o coração abandonar a sua maçã. Chamou o criado mais fiel e lhe disse: "Deixo-lhe a chave do meu quarto. Todos os dias, prepare a água e o pente para a moça da maçã. E faça com que não lhe falte nada.... cuidado por que ela me contará tudo." Não era verdade, a moça não dizia uma palavra. Mas foi isso mesmo que ele dizia ao criado. "E fique atento, pois se lhe for torcido um fio de cabelo, você pagará com a cabeça. "Majestade, não tenhas dúvida de que farei o melhor possível."

O rei partiu, e a rainha madrasta tratou de entrar no aposento dele. Mandou colocar ópio, no vinho do criado e quando ele adormeceu, roubou-lhe a chave. Abriu, e vasculhou todo o aposento. Só havia mesmo aquela maçã numa fruteira de ouro. "Sua fixação só pode ser esta maçã." Sabe-se que as rainhas, carregam sempre um estilete na cintura. Pegou o estilete e se pos a perfurar a maçã. De cada furo que fazia saia um rio de sangue. A madrasta se assustou, fugiu e recolocou a chave no bolso do criado adormecido. Quando ele acordou, não entendeu o que lhe sucedera. Foi ao quarto do rei, e o encontrou alagado de sangue...."Ai de mim... o que devo fazer..."
Foi a casa de sua tia que era uma fada que possuía todos os pozinhos mágicos.
A tia pegou um pouco do pozinho para moças encantadas e outro para maçãs enfeitiçadas e misturou os dois. O criado regressou para junto da maçã e colocou um pouco do pozinho em cada furo. A maçã..... se abriu.... e saiu dela..... a moça... toda enfaichada e cheia de curativos.
O rei voltou e a moça falou pela primeira vez e lhe disse: "Ouça, sua madrasta me golpeou com um estilete, mas o seu criado me curou... tenho 18 anos e sai doe ncantamento, se me quiser, serei sua esposa....
E o rei, que por ela estava apaixonado a muito tempo lhe disse.... P"Por Deus, como a quero".
Se realizaram as festas por parte dos dois palácios vizinhos, só faltou mesmo a madrasta que fugiu e ninguém mais soube dela...
E ali ficaram e se refestelaram....
E a mim... nada entregaram...
Minto me deram um vintensinho...
E eu o coloquei.. num porquinho.

Este conto se encontra no livro Fábulas Italianas do escritor Italo Calvino.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Primeiro Dia do Simpósio do Contadores de Histórias

Bom... é com imenso prazer que trago as impressões pessoais que tive nesse primeiro dia do Simpósio Internacional de Contadores de Histórias no Rio de Janeiro.



O evento se iniciou com a abertura feita pela atriz e contadora de histórias Maria Pompeu. Não podemos esquecer que o evento deste ano faz uma ligação entre o Rádio e a Narrativa de Histórias.....

http://www.simposiodecontadores.com.br/



Foi feita a saudação ao público, a apresentação dos patrocinadores e o agradecimento ao SESC.



O evento este ano homenageia o centenário de Almirante (Henrique Fóreis Domingues) - a maior patente do rádio brasileiro e criador do programa "Incrível, fantástico, extraorginário" sucesso nas décadas de 30 a 40. Conheça mais deste importante brasileiro no site: http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/almirante.asp


Neste evento foi apresentado o programa Histórias através da Música que através de canções se propõe a contar a história de um tempo e nesse caso foi desta chamada ERA DO RÁDIO que tanto marcou um bom período da História do Brasil.
Eis alguns trechos de músicas tocadas no evento:

Lenço no Pescoço
Wilson Batista
Composição: Wílson Batista

Meu chapéu do lado
Tamanco arrastando
Lenço no pescoço
Navalha no bolso
Eu passo gingando
Provoco e desafio
Eu tenho orgulho
Em ser tão vadio

Sei que eles falam
Deste meu proceder
Eu vejo quem trabalha
Andar no miserê
Eu sou vadio
Porque tive inclinação
Eu me lembro, era criança
Tirava samba-canção
Comigo não
Eu quero ver quem tem razão

E eles tocam
E você canta
E eu não dou

Foi sensacional!!!!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Ai Galera!!! Vai acontecer no próximo final de semana o Simposio Internacional de Contadores de Histórias no SESC de Copacabana.... Será um evento excepcional como sempre e uma ótima oportunidade de reencontro para contadores de histórias que em diferentes lugares continuam encantando pessoas com essa arte tão bela de narrar contos...

Não deixem de assistir... é Imperdível....

Feliz Férias

Acabo de retornar de uma viagem excepcional a São Paulo com minha filha. Fomos ao Museu da Língua Portuguesa, ao Hopi-Hari, ao Playcenter e ao Zoo Safari. A satisfação foi total e reforça a ideia de que nada melhor do que uma boa viagem para a gente se sentir renovado depois de umas boas férias....

sábado, 8 de novembro de 2008

Eis ai meu mapa astral....achei bonito..

Esse é o mapa feito por um grande amigo... José Ricardo....

terça-feira, 28 de outubro de 2008

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS

É com muita alegria que venho anunciar que acontecerá nos próximos dias 27 a 30 de novembro o SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS.
Evento maravilhoso e inspirador....nossa vale a pena conhecer...
http://www.simposiodecontadores.com.br/default.aspx?code=37&SubCode=53
Este é o site do evento....
Em breve trago novas informações sobre o assunto.

domingo, 26 de outubro de 2008

Eleições....2008

Hoje foi encerrado o processo eleitoral deste ano de 2008, com várias lições sobre as quais precisamos refletir...


Independentemente de quem foi eleito ou derrotado, o que fica é o exercício da democracia com as regras que se tem.....




Acho que na cidade do Rio de Janeiro está na hora de acontecer uma grande mobilização para modificar o nosso uso desta cidade....para que ela volte a ser a CIDADE MARAVILHOSA que tantos amamos....
Que o Eduardo Paes seja feliz nessa grande função de ser PREFEITO da cidade mais linda e amada do mundo... Pelomenos para mim.

CIDADE MARAVILHOSA - (André Filho)

Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil


Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil


Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente


Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz


http://www.imagensviagens.com/br5_rio.htm

sábado, 18 de outubro de 2008

Hoje é um dia mais triste do que o normal... diante da rotina da vida nos confrontamos com mais um absurdo da natureza humana..

NADA JUSTIFICA A VIOLÊNCIA....

NADA....

Esse cárcere privado em Santo André que resultou num desfeixo desastroso por parte da polícia de São Paulo só nós faz refletir que país é esse....

Sabemos que essa ação era de muito muito risco... desde o início....
Sabemos o quanto é difícil manter a calma... e saber como agir nesse caso de forma prudente e ao mesmo tempo eficaz..... Mas....
Após a libertação de uma refém, esta mesma retornar ao local dessa bárbarie, foi recolocar essa menina novamente em carcere privado..... ela não deveria nem estar perto dali.....

Isso foi uma barbaridade... sem lógica ou precedente... que poderia ter lhe custado a vida...

Espero, sinceramente, que Deus seja misericodioso e possa dar a esse caso o melhor destino possível daqui para frente.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Novidades

Bom... tenho me dedicado ao artesanato com muito prazer... Este é um dos muitos sites dedicados ao assunto.... vale a pena conferir..

http://www.artesanatonarede.com.br/passos

Em breve estarei exemplificando o meu trabalho.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

O Ato de Contar Histórias

“Quem abre os olhos,
lê o mundo.
Quem lê gosta de contar.
Lendo conhecemos um pouco
mais do que vemos.““.
Eliane Yunes[1] (1992)


A arte de contar histórias caminha com as mudanças provocadas pelas descobertas e com o deslocamento do homem durante toda sua existência neste planeta. Desde que o mundo é mundo, ou talvez, como começam os contos de fada, desde o tempo do “era uma vez...”, o ser humano conta histórias. Ou seja, ao longo do processo de civilização, seja como meio de transmissão de informações culturais básicas seja em estruturas mais elaboradas, o ato de contar fatos, e por tanto, se tornar portador de narrativas é algo bem antigo. Ele esta por trás da história oficial e não oficial, dos meios de comunicação, e em todo acúmulo de conhecimento adquiridos no decorrer dos tempos, apesar das diferenças culturais regionais.
É uma contradição maravilhosa cada ser único existente ser portador de conteúdos e ser sujeito ativo e passivo de histórias. Existem, sem dúvida, as diferenças regionais e as características singulares de cada sujeito e de cada época, mas certos sentimentos não são históricos e podem ser encontrados em diversas manifestações da vida cotidiana.
Além disso, de forma bem objetiva, a prática de contar histórias é uma atividade que “ensina” a escutar, o que parece que nos dias de hoje se tornou de menor valor. O ritmo frenético dos tempos atuais parece se contradizer com a tranqüilidade exigida por esse momento que se estabelece entre ouvinte e narrador.
Há também o exercício imaginário e a fantasia provocada pela palavra. Para isso, o narrador utiliza a capacidade que as histórias têm de provocar os sentimentos e as lembranças, que por sua vez, resultam das experiências do indivíduo inserido no social, que outro lado, constitui este sujeito único.
Ouvir histórias estimula a busca por novas fontes de histórias. Com isso está criada a relação dialética entre ouvir histórias, estimular a imaginação e a busca de novas histórias que podem ser encontradas em outros contadores, em livros, em filmes, em jornais, em uma peça de teatro, em uma viagem, numa exposição em um museu, em uma música.

“Escutar histórias é o início da aprendizagem para ser um leitor e ser leitor é ter todo um caminho de descobertas e de compreensão do mundo” (ABRAMOVICH, 2002).
Nesse sentido, o que é mais importante é “ensinar” o mecanismo de busca por histórias. Uma vez que uma pessoa, através de uma sessão de contadores de histórias consiga perceber nesta, um universo de novos conhecimentos e de melhor explicação para o mundo a sua volta, o objetivo do contador de histórias nesse contexto se faz atendido. Por tanto, ele seria um mediador que provoca no ouvinte para uma relação de prazer e identificação, ou até mesmo de rejeição e estranhamento, a determinado conteúdo.
A palavra dita nas histórias por ser retirada de livros, ou transmitida oralmente, não importa. Quando é retirada de um livro, por exemplo, sintetizam experiências que conseguiram ser registradas por um interlocutor (escritor/ autor) num meio físico. Que volta a ser dita por um meio oral ganhando assim novas leituras. É, sem dúvida, um recurso maravilhoso no estímulo ao prazer de ler, pois estabelece um mecanismo imaginário enriquecedor que torna a leitura de livros algo mais fluido, e lógico. É preciso que nossa mente, seja alimentada por histórias e por experiências de vida, que ajudarão a entender e a decifrar o que o texto escrito está dizendo. Quanto mais histórias e experiências culturais o leitor tem melhor será a sua leitura.
Ousamos dizer que, quanto mais experiências de vida social e cultural o sujeito tem, mais rica será sua capacidade de contar fatos. Não é à toa, que em muitas culturas, os idosos são considerados os conselheiros daquele grupo e são contadores de histórias “naturais”.
[1] Professora de Literatura da UERJ e da PUC e contadora de histórias do grupo Morandubetá.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

A História da Lei que não foi Quebrada

(Autor anônimo)

Era uma vez um país muito distante, onde só existia uma lei. A lei ordenava que, quando duas pessoas se encontrassem, elas deveriam trocar alguma coisa. Essa lei era tão sagrada, que ninguém ousava desrespeitá-la.
As pessoas, habituadas que estavam com essa lei, saíam de casa levando toda sorte de bugigangas, pois sabiam que durante o dia haveriam de se encontrar com alguém. Ricos e pobres, servos e senhores, e até mesmo as crianças em sua mais tenra idade aprendiam que a lei jamais deveria ser quebrada.
Um belo dia, dois viajantes que saíam da cidade se encontraram no caminho. Logo que se avistaram, imediatamente meteram a mão em suas mochilas em busca de algo para trocar. O mais velho encontrou uma maçã e ofereceu ao mais novo, que retribuiu com um pedaço de pão, e. assim, eles se separaram, e cada um foi em busca do seu destino.
Os viajantes, em seus diferentes caminhos, percorreram desertos, florestas, montanhas, vales e planícies. Conheceram muitos povos, línguas estranhas, encontraram tesouros, enfim, viveram intensamente.
Os anos se passaram, e decidiram retornar a sua cidade natal.
Cada um reuniu seus tesouros, e começaram uma longa viagem.
Todos os caminhos de volta passavam por uma garganta rochosa e deserta. Ao cruzar esse local, cada um, que os despojaram e, espaçando-os, se retiraram, deixando-os quase mortos.
Ao recobrar a consciência, cada um então se dirigiu para a cidade. Foi aí que eles se encontraram novamente e perceberam que estavam nus. Nada possuíam para trocar. A idéia de quebrar a sagrada lei deixou-os aterrados.
Os dois se sentaram à beira da estrada e começaram a conversar, preocupados que estavam com a situação em que se encontravam. As horas se passaram, e anoiteceu. Começaram, então, a procurar lenha e conseguiram acender uma fogueira. Cansados e famintos, olharam-se novamente. Um brilho diferente surgiu em seus olhos, e um sorriso se desenhou no rosto de cada um dos viajantes, que se abraçaram e entraram juntos na cidade.

Retorno

Estou de volta depois de um tempinho sem escrever.....


TEMPO, TEMPO, TEMPO, TEMPO......................


CARPE DIEN, APROVEITE A VIDA E O MOMENTO POIS ELE É ÚNICO E INSUBSTITUIVEL....


LUCIANA

quinta-feira, 31 de julho de 2008

A ARTE

A ARTE
SER ARTISTA É A AMAR A VIDA E A CRIATIVIDADE
E SER BOM E MAL COM SEGURANÇA E SEM DOR
SER ARTISTA É TER O CORAÇÃO ABERTO AO NOVO....
E VIAJAR NO TEMPO E NO ESPAÇO
ATRAVÉS DA IMAGINAÇÃO E DO PENSAMENTO.

domingo, 20 de julho de 2008

HOMENAGEM A DERCY

Sempre irreverente com graça e grande amor pela vida.. essa é a principal lição que DERCY nos deixa aos 103 anos como ela gostava de dizer...

23/6/1907 - 19/7/2008




A vida para quem é apaixonado por ela parece sempre pequena diante de pessoas como DERCY GONÇALVES que é eterna como todo artista que vive numa constelação de estrela protegendo a todos que ainda persistem nessa jornada humana sobre a terra....




VIVA A VIDA...... VIVA DERCY

quinta-feira, 10 de julho de 2008




É ÓTIMO COMEMORAR ANIVERSÁRIO ASSIM...





sábado, 28 de junho de 2008

FESTA JUNINA A MAIOR DIVERSÃO



Eu ADORO festa junina..... as comidas... as fantasias.. as danças...


as brincadeiras e tudo o mais....


as vezes acho que as Festas Juninas são ainda mais brasileiras que o Carnaval....pois representa o Brasil do interior e das cidades...religioso e pagão... senhoril e escravo... enfim...

Segue agora fotos da Maria Clara na festa junina da escola:27 de junho de 2008.




VIVA SÃO JOÃO!!!! VIVA SÃO PEDRO!!! VIA SANTO ANTÔNIO.


quarta-feira, 25 de junho de 2008


Esta é minha linda sobrinha MANUELA que nasceu dia 29 de maio de 2008.





Muita vida e saúde para você minha linda....





Beijos sua TITIA Luciana.

retorno

Depois de um tempo de férias estou de volta a esse espaço. E com muitas novidades....
Nesse meio tempo ganhei mais uma sobrinha, meu sobrinho lançou um blog maneirissimo e estou cada vez mais psicologa.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Mes de Maio

Mês do trabalho, Outono, Mês das Noivas...
esse romântico mês de clima ameno pelo mundo.. está repleto de boas energias é só aprofeitar...

Beijos Luciana

sexta-feira, 21 de março de 2008

Luz que me ilumina.... Sol que me aquece...
Calor que me incendeia.. Paixão que alimenta a alma...

domingo, 9 de março de 2008

Março

"São as aguas de março fechando o verão.. e a promessa de vida no meu coração"

Já faz tempo que não escrevo... apesar de tantos acontecimentos novos em minha vida....

Estou trabalhando em novo espaço de trabalho, Policlinica de Itaipu, como psicóloga em atendimento direto a população e me sinto muito bem nessa situação.

Além disso... consegui trocar o carro numa aposta guerreira de mudança real de vida....

Bom... esse é um reencontro com a escrita...

Até breve.

domingo, 17 de fevereiro de 2008

SHERAZAD



Sherazade, sabia que caminhava para a morte. Tantas anônimas salvou com sua coragem de um futuro sombrio. Curou um povo inteiro, do desespero e da perda de suas mulheres queridas, e estancou uma série de loucura através de suas perseverança, inteligência e sedução. Ela sabia, como ninguém, o poder que tinha dentro de si, para transformar a doença de um homem tão poderoso, além de lhe dar filhos. É interessante, como que só ao final da história, apesar desse tempo todo de convívio em 1001 noites, o sultão percebe e abre os olhos para a vida real que aconteceu em paralelo ao mundo das histórias o tempo todo.
Sherazade era uma jovem muito bonita e gentil, além de inteligente e formosa. Vivia com seus pais e com sua irmã mais nova Duniazade. Era muito amada por todos. Seu pai, era o primeiro-ministro e principal conselheiro do poderoso Rei Shariar.


Sobre o Rei Shariar, aconteceu com ele uma trágica história. Ele era casado e um dia, descobriu que a Rainha, sua esposa o traía, com um de seus empregados. Assim que soube, num ato de fúria matou os dois com um golpe de espada e depois mergulhou numa profunda dor. Por esta ocasião, seu irmão, que vivia num reino um pouco distante, chegou e disse que lhe teria acontecido a mesma coisa. Os dois então com muito ódio no coração, decidiram que desde aquele momento nenhuma mulher no mundo seria digna de confiança.


O irmão Shazaman retornou para seu reino e então Shariah, com o coração duro e amargurado, decidiu que daquele dia em diante todas as mulheres com as quais ele se case não chegaria a amanhecer rainha pois seria morta na manhã seguinte. E assim se deu. O rei se casava, e na manhã seguinte sua esposa era morta.
Enquanto isso, Sherazade a cada dia ficava mais bonita e sabia. Além disso, era muito bondosa e tinha o hábito de ao anoitecer contar histórias para sua irmã Duniazade.
O povo do lugar, temendo a loucura do Rei e a perda de suas filhas, netas e sobrinhas queridas, fugiam para outras terras. A situação estava ficando tão dramática que certa vez, Sherazade pediu ao pai que ela fosse escolhida como a próxima esposa do sultão, pois ela saberia como mudar essa história. O pai de Sherazade ainda tentou dissuadi-la dessa idéia mais não houve meio. E em breve se realizou um casamento simples e sem festa.
(CONTINUA DEPOIS..)





sábado, 16 de fevereiro de 2008

VOLTA AS AULAS E VOLTA AO TRABALHO

ESTA SEMANA FOI MARCADA PELA VOLTA AS AULAS DA MARIA CLARA, ELA JÁ ESTÁ NO 1º ANO OU PARA QUEM AINDA NÃO ACOSTUMOU COM A NOVA NOMENCLATURA, NO ANTIGO C. A.

Isso significa que é o ano onde vai aprender de fato a ler e a escrever, o que imagino será um graaaaaaaaaande barato...

Além disso, estou voltando ao trabalho o que me exigirá um pouco de disciplina mas tenho certeza que será um grande ano profissional que está só começando...

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Este Carnaval foi Show



Foi perfeito este carnaval... na dose certa consegui me divertir e descansar e estou pronta para o retorno ao trabalho....






Estas são fotos do "Último Gole" bloco organizado na Praça Pio VI no Jardim Botânico.









terça-feira, 29 de janeiro de 2008

ESCRAVOS DA MAUÁ 2


FOI MEMORAVEL... INESQUECIVEL.... DELICIOSO E DIVINO O DESFILE DO ESCRAVOS DA MAUÁ


Neste último domingo, antes do carnaval mas que para todo folião que se prese já é o próprio carnaval, foi um momento perto do sublime...


Desfilando saindo do Largo da Prainha... na beira do cais.... misturando turistas e cariocas, com gente bonita e fantasiada.... foi um grande momento de felicidade.


DESEMBARQUEI.... ASTRO REI....
VOCÊ SURGIU.... IMPERATRIZ...
ABDIQUEI.... PRA SER FELIZ....
LIBERA O PÉ...
SOLTA OS QUADRIS.....

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Escravos Da Mauá

MARAVILHOSO O DESFILE DO BLOCO ESCRAVOS DA MAUÁ ontem a tarde.

Deu super certo a mudança de dia de desfile desse bloco que se tornou uma grande coqueluche do carnaval...

De grande alto astral com um samba corajoso arrastou uma bela multidão pelas ruas do Centro da Cidade....


DESEMBARQUEI..... ASTRO REI...
VOCÊ SURGIU... IMPERATRIZ
ABDIQUEI...
LIBERA O PÉ
SOLTA OS QUADRIS....


ESSE ERA O REFRÃO QUE EMBALOU MOMENTOS MUUUUUITO FELIZES....


PARABENS ESCRAVOS!!!!

domingo, 27 de janeiro de 2008

SIMPATIA PRÉ-CARNAVALESCO

O DESFILE DO SIMPATIA ONTEM(26/01) FOI MARAVILHOSO...

NOSSA.. QUE PRAZER ENCONTRAR PESSOAS BONITAS E FELIZES CELEBRANDO....

FOI UM MOMENTO SUBLIME... COM UM CLIMA DELICIOSO E MUITAS PAQUERAS DE CARNAVAL..... E OLHA QUE ESSE É SÓ PRÉ-CARNAVALESCO (Mas o Simpatia sempre foi melhor no pré-carnaval do que no dia do carnaval mesmo).

De Amarelo e Lilás mas um ano de grande sucesso desse que é o MELHOR bloco de Carnaval de Rua da Zona Sul do Rio de Janeiro.

sábado, 26 de janeiro de 2008

Samba do Simpatia é Quase Amor de 2008

Samba de Enredo 2008

'No Bairro da Bossa Nova, sob o Sol da Poesia' (Leandro Fregonesi, Felipe Girardi, Rafael dos Santos, Carpete e Ciraninho)

Meu Rio está em festa

vou brincar o carnaval

olha que coisa mais linda

Mais cheia de graça'

Ipanema em alto astral

de amarelo e lilás, vou cair nessa folia

nosso bloco vai, a tardinha cai a Zona Sul aplaude o simpatia

Vem na corrente quase amor

Abre o seu coraçãoe se bater saudade

é que virou verdade

a nossa ilusão

No bairro da bossa nova

quero sambar com você

sob o sol da poesiavou me banhar de prazer

e 'se você quer ser a minha namorada

Ah! que linda namorada você poderia ser'

Deixa o nosso bloco te levar

vem me abraçar

Me beija com o seu calor

Já é carnaval, o dia chegou

Simpatia é quase amor

UM FINAL DE SEMANA ANTES DO CARNAVAL

HOJE É O TRADICIONAL DESFILE DO BLOCO DE CARNAVAL
MAIS CHARMOSO DO RIO DE JANEIRO. COM ESSE NOME
INSPIRADOR VINDO DE UM POEMA DE OSWALDO BILAC,
DE AMARELO E LILÁS O SIMPATIA É QUASE AMOR
DEVE REUNIR UMA CONCENTRAÇÃO DE GENTE
BONITA PELAS RUAS DE IPANEMA AO SOM DA
BATERIA E DE UM NOVO SAMBA....

EIS UM SAMBA MEMORÁVEL DO SIMPATIA:
"VOU NA CADÊNCIA... DA BATERIA..
SIMPATIA É QUASE AMOR...
ONDE TEM SAMBA E ALEGRIA
PODE ME CHAMAR QUE EU VOU"

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Pré-carnaval e férias de Janeiro

A melhor coisa do mundo é a soma de férias de janeiro com pré-carnaval... é uma delicia....
Esse final de semana, já foi o Imprensa que eu Gamo e o Bagunça Meu Coreto....


PAra quem adora carnaval não existe melhor época do ano para, encontrar gente bonita, feliz, divertida e de bom astral...


BOM... E ESTAMOS AI.. EM MAIS UM CARNAVAL......

DIVIRTAM-SE COM SEGURANÇA... E CUIDADO COM AS TRANSAS DE CARNAVAL... POR ISSO NASCEM TANTOS BEBêS EM OUTUBRO!!!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Novas fotos das Férias em Búzios


Férias em Búzios de 10 à 13 de janeiro de 2007.






video




Foi maravilhosa a nossa viagem a Búzios que é realmente muito bonita.


FUi a praia da Ferradura e a Rua das Pedras e usufruir desse Resort muito bacana...









domingo, 6 de janeiro de 2008

FÉRIAS EM BÚZIOS


De 10 à 13 de janeiro estaremos passando
férias em búzios no Ferradura Resort em Búzios...




Veja como lá é bonito!!!!!







sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Bom.. agora que passou o reveillon e a vida volta ao normal... vamos reorganizando o dia a dia para tentar aproveitar esse tempo de pausa para reflexão para efetivamente transformar aquilo que precisamos mudar....

ANO NOVO, VIDA NOVA......

Esse é o desejo de muitos... esse é o meu desejo...
Agradeço todos os dias a vida que tenho e sei que este ano será abundante de dinheiro, fartura... saúde e felicidade...

BEM VINDOS A 2008!!!!